Taubaté surpreende Sada Cruzeiro em Contagem e sai na frente na semifinal da Superliga Masculina

O Taubaté precisou de apenas quatro sets para bater o Sada Cruzeiro, e largar na frente na série melhor de cinco da semifinal da Superliga Masculina, na noite deste sábado (06). O time do interior paulista venceu o jogo por 3 x 1, em parciais de: 30/28, 25/19, 22/25 e 26/24.

Andressa Fischer
Gaúcha, 20 anos. Apaixonada por esporte, de preferência vôlei e futebol | Flamengo e Futebol Gaúcho

Crédito: Foto: Divulgação/Taubaté

A chave entre Sada Cruzeiro x Taubaté tem tudo para ser a mais equilibrada da semifinal da Superliga Masculina, repetindo os duelos na mesma fase na edição passada, quando o time saiu perdendo os dois primeiros jogos, mas reverteu o placar e eliminou o rival da competição.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique aqui e se inscreva!

O jogo de número dois será na próxima terça-feira (09), no ginásio do Abaeté, na cidade paulistana, às 21h30min e novamente com transmissão do SporTV 2. Os cruzeirenses precisam da vitória, para empatar a série e não se complicar no campeonato.

O JOGO

Quem viu o começo da partida pensou que seria uma vitória tranquila para a equipe da casa. Os comandados de Marcelo Mendez chegaram a abrir 7 x 2 no primeiro set, e comandavam a parcial. Mas após pedido de tempo de Renan, os taubateanos foram chegando no placar, graças ao bom saque de Lucão.

O set seguiu com muito equilíbrio até o final. Do lado cruzeirense, Sander desafogava a rede, e os visitantes tinham Lucarelli em noite inspirada. O melhor da Rio 2016 estava muito consciente no ataque, e perfeito taticamente, passando as bolas na mão de Rapha, e rodando o que recebia.

As duas equipes foram se alternando no placar, e depois de sets points para os dois lados, o time do interior paulista fechou a parcial: 1 x 0 (30/28).

No segundo set os visitantes dominaram a parcial. Com a dupla de ponteiros (Lucarelli e Conte) funcionando, Rapha pode distribuir bem o jogo e colocar todos os atacantes para rodar. E com o Lucarelli rodando tudo o que recebia, os taubateanos abriram 2 x 0 no jogo (20/28, 25/19).

Os donos da casa entraram ligados no set seguinte. Não por menos, pois levar um 3 x 0 diante do seu torcedor não passou em momento algum pela cabeça de Marcelo Mendez. E sob a liderança de Le Roux e Sander, os cruzeirenses se mantiveram a frente do placar durante toda a parcial e fecharam o set: 1 x 2 (28/30, 19/25 e 25/22).

No quarto set só a vitória interessava para os comandados de Marcelo Mendez. E as duas equipes mantiveram o equilíbrio no placar durante todo o tempo, fazendo jus a expectativa à série entre as duas equipes. No final da quarta parcial, o Cruzeiro chegou a ter dois pontos de vantagem e só precisava administrar para empatar a partida.

Mas Lucarelli estava inspirado e não teve paciência no saque. O ponteiro da seleção brasileira mandou a defesa cruzeirense ir buscar a bola na arquibancada do Riachão em dois saques fantásticos. Vendo a eficiência do brasileiro, o treinador argentino pediu tempo para acalmar os ânimos dos seus jogadores.

Os dois times foram se alternando no placar, mas Douglas Souza – que recém tinha entrado na partida no lugar de Conte – não queria brincadeira e tratou de dar um ponto final na história. O melhor ponteiro do Mundial do ano passado caçou Rodriguinho no saque e deixou o seu time na boa para fechar o jogo: 25 x 24.

Para tentar um ponto de bloqueio no final do set, Renan decidiu colocar o central Robinho para aumentar a estatura da sua equipe. E deu certo, Cachopa resolveu forçar o jogo com Isac e os visitantes fecharam a porta para o jogador.

Lucarelli foi eleito o melhor do jogo, com quase 60% dos votos do público que votou no site da CBV. O ponteiro foi o maior pontuador da partida, e teve 70% de aproveitamento de ataque no jogo.

LEIA MAIS

Flamengo bate Maringá novamente e volta à elite do vôlei brasileiro

Confira as cinco jogadoras bicampeãs olímpicas de vôlei pelo Brasil