Corinthians vai à final do Paulistão, mas Júnior Urso admite: “foi um sufoco”

Titular do Corinthians, Júnior Urso chegou ao clube em fevereiro, após a pré-temporada, mas mesmo assim ganhou a vaga no time e conquistou a torcida.

Bia Palumbo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

“O Santos foi superior a maior parte do jogo, jogaram muito bem, mas fomos melhores nos pênaltis. Cássio disparado foi o melhor em campo, está de parabéns por tudo que tem apresentado, mas graças a Deus deu tudo certo. Foi um sufoco”, analisou Júnior Urso após a derrota para o Santos por 1 a 0 no Pacaembu.

Como tinha ganhado o jogo de ida, o Corinthians levou a decisão para os pênaltis e avançou para disputar o título contra o São Paulo. “Estamos mais cascudos sim, é importante pra gente ter maturidade suficiente, temos que ser homens suficientes para bater pênaltis e ir para as próximas fases”, declarou ele na zona mista do Pacaembu.

O clássico diante do tricolor será disputado em dois jogos e o primeiro será domingo (14) no Morumbi. “Vamos estudar o São Paulo, prestar bastante atenção no que o Carille vai nos passar para que a gente possa fazer uma grande partida no Morumbi. É um clássico, o São Paulo é um grande clube”, completou o meio-campista do Corinthians.

VÍDEO: COMO FOI A ZONA MISTA DO CORINTHIANS NO PACAEMBU

FICHA TÉCNICA – Santos 1 (6) x (7) 0 Corinthians

Motivo: Campeonato Paulista – Semifinal – Jogo de volta (ida: 2 x 1)
Data e horário: segunda (8), às 20h (de Brasília)
Local: Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), em São Paulo-SP
Arbitragem: Raphael Claus (árbitro), Danilo Ricardo Simon Manis (assistente 1), Luiz Alberto Andrini Nogueira (assistente 2); Thiago Duarte Peixoto (VAR), Emerson Augusto de Carvalho (AVAR), Douglas Marques das Flores (apoio VAR)
Público e renda: 37.731 pagantes / R$ 1.477.585,00
Cartões amarelos: Alison, Carlos Sánchez, Diego Pituca, Kaio Jorge (SAN); Cássio, Clayson (COR)
Gol: Gustavo Henrique (SAN), aos 40min do 2º tempo
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Aguilar e Diego Pituca; Alison, Sánchez e Jean Mota (Kaio Jorge); Cueva (Rodrygo), Derlis González e Soteldo. Técnico: Jorge Sampaoli.
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Henrique, Manoel e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso e Sornoza; Clayson (Ramiro), Gustavo (Boselli) e Pedrinho (Vagner Love). Técnico: Fábio Carille.

LEIA MAIS:
Fagner diz que Corinthians mereceu perder para o Santos e admite alívio por classificação no Paulista
Corinthians vence o Santos nos pênaltis e pega o São Paulo na final do Paulistão
Santos 1 x 0 Corinthians: assista ao gol da semifinal do Paulistão 2019