Samapoli analisa atuação do Santos e afirma: “Nunca vou mudar essa forma de jogar”

Uma verdadeira blitz foi imposta pelo Santos ao Corinthians na noite desta segunda-feira (8). Foram 30 finalizações, mas apenas uma convertida em gol. A postura ofensiva fez com que o adversário se recuasse e pouco exigisse do goleiro Vanderlei. Nos pênaltis, o time de Fábio Carille levou a melhor.

Daniel Gois
Estudante de jornalismo da Universidade Católica de Santos. No Torcedores.com, participou da cobertura da Copa do Mundo de 2018. Setorista do Corinthians e Futebol Italiano. Passagem por Santos FC e Futebol Europeu. Também escreve sobre basquete e Fórmula 1.

Crédito: Ivan Storti/Santos FC

Em entrevista coletiva após o clássico, Jorge Samapoli analisou a atuação santista e afirmou que, apesar da eliminação, sua equipe foi superior à rival.

“A equipe esteve a altura do que planejamos. Atacamos os 90 minutos. Fomos muito superiores do que o nosso rival. Foi uma partida de 180 minutos, tínhamos que ter pensado naquele jogo na arena deles. Hoje vimos um Santos muito ativo. Isso é o que estamos buscando desde que chegamos aqui. Um Santos que ataque, busque e proponha”, disse o técnico argentino.

Sampaoli também adiantou que o Peixe vai seguir com essa maneira de jogar para o restante da temporada.

“Sempre estive agradecido a todo mundo de Santos. Por mais que eu seja um estrangeiro, me senti muito bem desde que cheguei. Estou seguro e prometo que nunca vou trair essa forma de jogar, nunca vou jogar de outra forma que não seja a que jogamos hoje. Isso é o que venho propondo com esse grupo e esse clube”, afirma.

Eliminado do Paulistão, o Peixe volta à campo na próxima quinta-feira (11) para enfrentar o Atlético-GO, pela Copa do Brasil. A equipe goiana venceu o jogo de ida por 1 a 0.

VEJA TAMBÉM

Assista aos melhores momentos do clássico

Notícias do Peixe: veja o que rolou nesta segunda (8)

Notícias do Corinthians: veja o que rolou nesta segunda (8)