NBA 2018/2019: Confira o que aconteceu nos primeiros jogos dos playoffs da NBA

Os primeiros jogos dos playoffs da NBA foram realizados neste final de semana e trouxeram emoção para as equipes e torcedores. Desde sábado, a bola laranja subiu em partidas válidas pelo Jogo 1 das séries na Conferência Leste e Oeste.

Endrigo Chiri
Colaborador do Torcedores

NBA Playoffs - LA Clippers vs Golden State Warriors

As séries são realizadas em partidas no formato ‘melhor de sete’. Para uma equipe avançar, ela deve ganhar quatro jogos. O time de melhor campanha tem a vantagem de disputar a maioria dos confrontos em seu ginásio.

Confira aqui os resultados da primeira rodada dos playoffs da NBA:

Kyle Lowry desaparece e Magic sai da frente do Raptors fora de casa

O Orlando Magic continua em grande fase nessa temporada da NBA. Após conseguir a primeira classificação para os playoffs desde 2012, a equipe americana superou o segundo colocado no Leste, o Toronto Raptors, fora de casa, por 104 a 101. D.J Augustin, ex-jogador do time canadense, comandou o Magic com 26 pontos.

Kyle Lowry, armador titular do Raptors, foi muito criticado depois do jogo. Eleito cinco vezes para o Jogo das Estrelas, o jogador teve um desempenho pífio no revés de sua equipe. Embora tenha coletado sete rebotes e distribuído oito assistências, ele não marcou nenhum ponto. Foram sete tentativas de arremessos e dois erros de lance livre.

Spurs superam Nuggets e Gregg Popovich faz história

Um dos confrontos mais esperados da Conferência Oeste, San Antonio Spurs e Denver Nuggets fizeram um grande jogo no Pepsi Center, Colorado. Porém, foi a equipe texana que celebrou primeiro. Com a vitória no primeiro jogo, o Spurs joga a pressão em cima do rival, porque depois do segundo jogo, o Nuggets terá de viajar para enfrentar o temido At&T Center.

Além da vitória com o time, o técnico Gregg Popovich atingiu mais uma marca histórica na NBA. Ele ultrapassou Lenny Wilkens e agora é o treinador com o maior número de vitórias. Inclusive, ele supera até mesmo algumas franquias, como Minnesota Timberwolves e Orlando Magic. Mais um dado incrível para “Pop”, que é considerado um dos maiores de todos os tempos.

Brooklyn Nets rouba a cena em Philadelphia

Sensação da temporada, o Brooklyn Nets enfrentou o Philadelphia 76ers, de Ben Simmons e Joel Embiid e conseguiu uma vitória maiúscula. Embora tenha atuado fora de casa, o time jogou muito bem ofensivamente e com uma grande contribuição do banco, venceu o primeiro jogo da série por 111 a 102. Caris LeVert, D’Angelo Russell, Ed Davis e Spencer Dinwiddie foram alguns dos destaques.

Uma cena curiosa surgiu no meio do confronto. Amir Johnson, ala dos Sixers, foi flagrado com o telefone celular no banco de reservas. O jogador afirma que sua esposa estava mandando mensagens, visto que seu filho estava doente no meio do confronto. O episódio foi reprovado pelo técnico do time, Brett Brown, que alegou “falta de respeito”.

Warriors vencem Clippers em jogo sensacional de Stephen Curry

Atual bicampeão da NBA, o Golden State Warriors recebeu o bom Los Angeles Clippers na Oracle Arena e não tomou conhecimento do rival. Com atuações gigantes de Stephen Curry e Kevin Durant, que somaram 61 pontos, o time de Oakland saiu na frente após a vitória por 121 a 104. Lou Williams foi o destaque do Clippers com 25 pontos.

Esse jogo ficará marcado na vida de Curry e de todo amante de basquete. As oito bolas de três convertidas por ele, além de ajudar a equipe, foram suficientes para que Curry ultrapassasse Ray Allen como maior chutador de três da história dos playoffs. Mais uma marca incrível para o atleta de 31 anos.

Bem defensivamente, Boston Celtics lidera Indiana Pacers

Na primeira partida de domingo (14), o Boston Celtics contou com um grande trabalho defensivo para superar o Indiana Pacers, que fez apenas 74 pontos em seu rival. Kyrie Irving e Marcus Morris foram os destaques na pontuação, ambos com 20 pontos.

O aproveitamento ruim do Pacers foi a principal razão para sua derrota, sendo que a equipe converteu apenas 33% de seus arremessos e obteve 57% em lances livres. Além disso, jogadores importantes como Myles Turner, Darren Collison e Thadeus Young estiveram muito abaixo da média de pontuação.

Damian Lillard comanda Blazers a vencer OKC em Portland

Na primeira posse de bola do jogo, Damian Lillard, craque do Blazers, acertou uma bola de três perto do meio da quadra. Isso já indicava o quanto ele queria jogo. Dame orquestrou o time de Oregon, que venceu o OKC Thunder por 104 a 99, com grandes atuações de Enes Kanter e C.J McCollum. Foi a primeira vitória do Blazers nos playoffs desde 2016.

Russell Westbrook, com triple-double, e Paul George, com 26 pontos e 10 rebotes, foram destaques do Thunder. Porém, o aproveitamento horrível da equipe nas bolas de três foi a razão da derrota. Os míseros 15% também foram para os livros de recordes como o pior da história dos playoffs em um jogo, com pelo menos 30 tentativas.

Antetokounmpo e Bucks amassam Detroit Pistons

O primeiro período acabou em 38 a 18 para o Bucks. Giannis Antetokounmpo marcou 11 pontos nos primeiros 12 minutos. Desde então, foi um passeio. Com muita energia e intensidade, a equipe com a melhor campanha da NBA venceu o Detroit Pistons por 35 pontos de diferença.

Sem Blake Griffin, o Pistons pecou muito no ataque e não conseguiu controlar o elenco do Bucks na defesa. Em desvantagem no marcador o jogo inteiro, a equipe foi presa fácil em Milwaukee.

Em noite inspirada, Rockets passa por Jazz

Outro confronto interessante de ver, Rockets e Jazz fecharam os primeiros jogos dos playoffs. A equipe de Houston venceu o jogo por 122 a 90. A boa vitória está diretamente relacionada à democratização dos pontos dos jogadores. Todos os titulares tiveram pelo menos dez pontos anotados. James Harden terminou o jogo com 29 pontos e dez assistências.