Suécia: estupro coletivo é transmitido ao vivo no Facebook

Crédito: Reprodução

No domingo, 22 de janeiro, um episódio chocou a Suécia. Uma mulher foi estuprada por três homens. E tudo foi transmitido no Facebook, com a ferramenta de do Facebook Live.

O crime ocorreu na cidade de Uppsala, que fica cerca de uma hora ao norte de Estocolmo, capital do país. E, de acordo com a polícia sueca, o estupro foi compartilhado ao vivo em um grupo na rede social.

Diversos espectadores relataram o crime e a polícia da Suécia realizou uma investigação. Três homens já foram detidos, nascidos entre 1992 e 1998. A vítima, segundo a polícia, nasceu em 1986.

O vídeo já foi removido do site.

LEIA TAMBÉM:
‘ÚLTIMO TANGO EM PARIS’ REVOLTA INTERNET COM ESTUPRO REAL
VÍTIMA DE ESTUPRO COLETIVO É COLOCADA EM PROGRAMA DE PROTEÇÃO À TESTEMUNHA

A polícia solicitou que pessoas que tenham o arquivo do vídeo o entregasse às autoridades. E o Facebook afirma em seu site que irá “remover conteúdos, desabilitar contas e trabalhar com as autoridades da lei quando acreditar que há um risco genuíno de dano físico ou ameaças diretas à segurança pública”.

Facebook Live

A ferramenta do Facebook Live foi introduzida para as pessoas no dia 6 de abril de 2016 e ela permite usuários a gravarem um vídeo diretamente de seus smartphones e que é transmitido em tempo real na timeline da rede social. Como uma chamada em vídeo unilateral.