Lizzy Howell, de 15 anos, mostra que balé não é só para magras

Crédito: Reprodução Instagram

A adolescente Lizzy Howell tem apenas 15 anos de idade, mas já fez sua fama na internet, servindo de inspiração para milhares de garotas que não se encaixam nos padrões de beleza estipulados pela sociedade.

Lizzy Howell é gorda. E isso não é xingamento (precisamos parar de achar que essa palavra significa algo ruim)! Ela não se encaixa no tipo de corpo de uma bailarina, mas prova que não precisa ser magra para ser excelente na dança. Carrega seu corpo com confiança e graciosidade enquanto gira, salta e faz belas poses.

because it was nice outside today⛅️

Uma foto publicada por Lizzy ?? (@lizzy.dances) em

Quando ela era pequena, sua mãe morreu. Aos cinco anos, começou a dançar balé e não parou mais. Lizzy Howell sofre de uma condição chamada pseudotumor cerebral, que causa aumento da pressão intracraniana. Por isso, ela precisa estar sempre ativa e se exercitando.

As a dança para Lizzy é muito mais do que um modo de combater a sua doença. Pela dança, ela mostra como a gordura do seu corpo não significa sedentarismo. O corpo ativo e flexível da garota comporta mais peso do que o corpo de outras bailarinas, mas isso não significa que é um corpo parado e descuidado.

A dança é parte importante da vida da garota. Em entrevista à Fox 29, ela afirmou que “É um descarregamento emocional. Então se eu tenho um dia bom, eu vou dançar, e se eu tenho um dia ruim, eu vou dançar”.

Ela pratica 2 horas por dia, de segunda à quinta-feira. E além de balé, também dança sapateado, jazz e dança contemporânea. Ela viralizou após postar um vídeo fazendo 11 piruetas seguidas. Mas, de acordo com ela, em um dia bom, ela consegue fazer 32 seguidas.

turning monday¿ #ballet#turn#balletdancer#dancer#foutte

Um vídeo publicado por Lizzy ?? (@lizzy.dances) em

before i nearly faceplanted☁️

Uma foto publicada por Lizzy ?? (@lizzy.dances) em

Com informações de Fox News