Casal gay recebe carta homofóbica dentro de casa

Crédito: Reprodução Facebook

Júnior Santos, de 24 anos é professor de português. Ele e seu namorado, o servidor federal Maycon Aguiar, de 23 anos, se mudaram para um condomínio fechado na zona norte do Rio de Janeiro. Os dois estão juntos há cinco anos e há um mês realizaram o sonho de morarem juntos. Mas o sonho log virou pesadelo. Na manhã de sexta feira, 20 de janeiro, uma carta de duas páginas colada na janela da casa deles foi encontrada por Maycon.

Ao EXTRA, Júnior explicou que ele estava fora da cidade e o namorado ligou para contar o ocorrido. Na carta, havia mensagens homofóbicas e racistas, o que abalou profundamente o casal.

O texto começa com uma citação da Bíblia, Levítico 18: 20-24. E logo passa a falar da homossexualidade, afirmando que ela é “uma desonra ao corpo”. Ainda diz que é um “templo dos demônios”. O autor da carta exigiu que o casal se retirasse do condomínio, afirmando que “gente de cor e ainda por cima afeminada não está no nível dos [que] moram aqui”.

Crédito: Reprodução Facebook
Crédito: Reprodução Facebook
Crédito: Reprodução Facebook
Crédito: Reprodução Facebook

O casal foi até a 27ª Delegacia de Polícia (Vicente de Carvalho) para denunciar o ocorrido, mas não foi possível fazer um boletim de ocorrência, pois a carta não cita nomes e não contém uma assinatura.

Não se sabe quem foi o autor das ofensas.