Assassinato de jovem choca Islândia

Crédito: Reprodução Facebook

A Islândia é um país-ilha nórdico que está entre  Groenlândia e a Noruega. Sua população está na casa das 330 mil pessoas.é uma nação na qual 99% das pessoas são alfabetizadas e é o país com as menores taxas de desigualdade de gênero do mundo. A taxa de homicídios na Islândia nunca foi mais alta que 1,8 por 100 mil habitantes. Por isso, quando ocorre um crime bárbaro, como o assassinato de Birna Brjansdottir, a Islândia inteira fica em estado de choque.

Birna Brjansdottir era uma jovem de 20 anos de idade, que trabalhava em uma loja de departamento em um shopping. A última vez que ela foi vista foi na noite do dia 14 de janeiro, andando em uma rua no centro de Reykjavik, capital do país.

A polícia islandesa começou a investigar o desaparecimento da jovem. O caso comoveu o país e cerca de 750 voluntários ajudaram nas buscas pelo corpo de Birna. De acordo com a imprensa local, essa foi a maior operação de resgate da Islândia.

No domingo, 22, a polícia finalmente encontrou o corpo da jovem, em uma praia a 35 km de Reykjavik. A polícia também localizou um carro vermelho que aparece próximo à Birna nas filmagens da última vez que a jovem foi vista.

O Kia Rio foi encontrado e, após passar por análise, foi confirmado que o sangue encontrado no veículo era de Birna. Não foi achada a arma do crime e nem confirmada a causa da morte da jovem. Dois homens suspeitos foram presos pelo crime e o que se sabe deles é que um tem 25 anos e o outro tem 30 e os dois são marinheiros vindos da Groênlandia.

O assassinato continua sendo um grande mistério para a polícia e para os islandeses, que estão interessados em saber o desfecho dessa história.