Contato com imagens da natureza reduz violência em presídio, diz estudo

Crédito: Pixabay

um estudo apresentado recentemente na 124ª Convenção Anual da Associação de Psicologia Americana sugere que exibir imagens da natureza pode ajudar a reduzir a agressividade de presidiários.

Segundo os pesquisadores, vídeos que mostram imagens de oceanos, florestas, rios, cenas de aquário e da Terra vista do espaço parecem reduzir a agressividade e o mau comportamento de detentos. “Nós precisamos da natureza para o nosso equilíbrio físico e psicológico. Ainda que o contato direto com o meio ambiente seja mais eficaz, estudos têm mostrado que a exposição indireta a ele pode proporcionar um alívio temporário do estresse psicológico na vida diária”, explica, em um comunicado, Patricia Hasbach, coautora do estudo e psicoterapeuta do Instituto Northwest Ecotherapy, nos Estados Unidos.

A eficiência do método foi testada em um presídio de segurança máxima no estado de Oregon, nos Estados Unidos, chamada The Snake River. Para chegar aos resultados, os profissionais avaliaram 48 detentos em um bloco em que as celas e as condições de vida eram iguais. Enquanto metade do grupo manteve a rotina de atividades prevista pelo sistema penitenciário, a outra metade foi submetida à exibição das imagens três ou quatro vezes por semana.

Ao longo de um ano, os pesquisadores pudem observar que houve redução da agressividade entre os participantes do projeto. “Descobrimos que os presos que assistiram aos vídeos de natureza tiveram uma redução de 26% em suas infrações violentas”, informa. “Isso representa 13 incidentes violentos a menos ao longo do ano, uma redução substancial, uma vez que quase todos esses eventos resultam em lesões de presos ou funcionários”, complementa.